O que é, e quais os principais alimentos ricos em tiramina

Já ouviu falar na tiramina? Ela é uma substância derivada da tirosina e faz parte do grupo das monoaminas (compostos químicos derivados do amoníaco). É encontrada, principalmente, em alimentos fermentados como os vinhos e queijos.

Além de ser encontrada nos alimentos, essa substância também é sintetizada pelo nosso organismo. Ela tem como função liberar as catecolaminas – um grupo de neurotransmissores formado pela dopamina, noradrenalina e adrenalina – que, por sua vez, tem como função o controle da pressão arterial.

Tiramina causa enxaqueca?

Uma elevada concentração de tiramina no sangue (pode ser causada pelo uso de medicamentos inibidores de monoamina oxidase – IMAO) causa um desequilíbrio da pressão arterial fazendo com que ela se eleve. Isso provoca uma série de problemas no organismo como, por exemplo, as enxaquecas.

Outra causa para as enxaquecas é que esse excesso de tiramina provoque uma alteração nas reações químicas do cérebro.

Qual a interação com os IMAO?

Quem tem depressão costuma tomar uma medicação que está dentro do grupo dos IMAOs. Ela tem como objetivo bloquear a ação da enzima monoamina oxidase e essa substância é a responsável por evitar que ocorra um excesso de tiramina no nosso corpo.

Assim, quem usar esse tipo de remédio precisa tomar muito cuidado com a ingestão de tiramina por meio dos alimentos. E, para te ajudar nisso, listamos diversos alimentos ricos nessa monoamina.

Quais os alimentos ricos em tiramina?

tiramina enxaqueca

1. Queijos envelhecidos

A fermentação que ocorre nesse tipo de queijo (com um grande intervalo de tempo entre a preparação e o consumo) provoca a produção da tiramina no alimento. São os queijos os maiores “armazenadores” dessa monoamina. Exemplos: gorgonzola, romano, suíço e parmesão.

2. Carnes fermentadas ou defumadas

São carnes que ficam em conserva por muito tempo e assim conseguem produzir a tiramina. Exemplos clássicos no nosso dia a dia não faltam como salsichas, bacon, salames e presuntos.

3. Frutas maduras e frutas secas

As frutas maduras estão mais envelhecidas, portanto, elas tendem a acumular uma quantidade maior de tiramina. As frutas secas ou desidratadas (encontradas facilmente em lojas de produtos naturais) também tendem a concentrar uma boa porção dessa monoamina.

4. Pães e alguns tipos de grãos

A fermentação nos pães têm, como consequência, uma elevada concentração das tiraminas nesse alimento. Os pães feitos em casa ou em padarias costumam ter uma maior quantidade dessa monoamina que os industrializados. Os grãos como trigo, centeio e outros também possuem tiramina em alta concentração.

5. Sobras de refeições

É muito comum guardarmos os alimentos que sobram do almoço ou jantar na geladeira para consumi-los em outro momento ou até mesmo para serem usados no preparo de outras refeições. Como as sobras passam algum tempo acondicionadas, para serem consumidas depois, esse intervalo de tempo faz com que mais tiramina seja produzida.

6. Bebidas fermentadas

Bebidas como o vinho e a cerveja, que ficam por muito tempo armazenadas ou são fermentadas de alguma forma, guardam uma boa taxa de tiramina. Vinhos tintos possuem uma dosagem maior da monoamina em relação aos brancos. No caso das cervejas, as que possuem maior quantidade de tiramina são aquelas que ficam em barris.

Como saber se estou com a dosagem correta de tiramina?

A única forma de saber a resposta para essa pergunta é consultando um médico, de preferência, um nutrólogo. Por meio de uma série de exames, esse profissional consegue analisar as taxas de diversos nutrientes e assim, pode descobrir se há muita ou pouca no organismo.

Mudanças na pressão arterial também pode alertar. Quem não possui uma alimentação saudável e consegue pães, embutidos, bebidas alcoólicas e outros, costuma ter a pressão sanguínea em constante desequilíbrio. Portanto, vá ao médico para verificar a causa do problema.

Porém, esses alimentos se tornam nocivos quando não são bem utilizados. Quer um exemplo? A Dieta do Mediterrâneo possui alimentos ricos em tiramina e é muito saudável. Saiba um pouco mais sobre ela!