Intoxicação Alimentar | Sintomas, Dicas e Tratamentos

A maioria das pessoas, pelo menos uma vez na vida, já passou por esse problema tão desagradável chamado intoxicação alimentar. De repente, você se descuida com a comida ou come em algum lugar e, algum tempo depois, a barriga começa a doer, dá aquela sensação de enjôo e pronto, você foi intoxicado(a). Entenda neste artigo quais são os principais sintomas, como tratar e muitas outras dicas relacionadas à intoxicação alimentar. Confira!

Intoxicação alimentar: o que é

Ser intoxicado significa que seu organismo foi invadido por alguma substância danosa, que faz mal à sua saúde. Normalmente, em se tratando de intoxicação alimentar, o problema é gerado por bactérias.

intoxicação sintomas

Alguns dos alimentos que estão mais propensos a ficarem intoxicados são o ovo e a maionese. Portanto, fique atento(a) ao prepará-los e também na hora de guardá-los após estarem prontos.

Sintomas de intoxicação alimentar

Quando alguém foi intoxicado devido a ter comido algo contaminado, os sintomas podem aparecer algumas horas após a ingestão do alimento ou até mesmo no outro dia. O sintoma mais comum da intoxicação alimentar é a diarreia, acompanhada de vômito, mas não são apenas estes.

PROPAGANDA

Estão entre os sintomas mais comuns: dor de cabeça, cólica estomacal, vômito, náusea, mal-estar, fraqueza, febre, fadiga, desidratação, calafrios, dor no abdômen. Um outro sintoma bastante comum devido ao organismo estar desidratado e fraco é o paciente sentir tontura; lembrando que nem todos os casos são iguais nem apresentam as mesmas condições sintomáticas.

Como tratar a intoxicação alimentar

Normalmente, quando a pessoa se encontra intoxicada, não é necessário um tratamento no hospital. Porém, às vezes é sim preciso ser medicado com soro fisiológico dependendo da gravidade da intoxicação alimentar.

Pelo fato do paciente estar com diarreia e vomitando, é preciso tomar muito líquido (água, suco natural) a fim de manter seu corpo hidratado e nutrido. Sendo assim, o principal tratamento é se hidratar e ficar de repouso. Se você sentir dores muito fortes, um bom analgésico é recomendado e pode resolver o problema.

Importante: se desconfiar de intoxicação alimentar, procure um médico o quanto antes e veja o diagnóstico. Não incentivamos você a se “autodiagnosticar” muito menos a se automedicar.

Dicas úteis

Para não correr o risco de sofrer com intoxicação alimentar, lembre-se de sempre lavar muito bem os alimentos e às mãos antes de comer. Após terminar sua refeição, guarde o que for preciso na geladeira.

Evite comer alimentos mal passados. Ao preparar uma carne, por exemplo, é importante que esta seja cozida/assada/frita por completo sem que algumas partes fiquem cruas/sangrando.

Lembre-se de dormir bem e tomar vitamina C para fortalecer seu sistema imunológico. Dessa maneira, caso você seja uma vítima de intoxicação alimentar, seu corpo estará com a defesa em alta e conseguirá sair dessa em pouco tempo.

Procure evitar lanches e outros tipos de comidas vendidas nas ruas, pois locais públicos são onde há uma maior concentração de bactérias e agentes nocivos ao organismo. Você pode evitar a intoxicação alimentar (e outras doenças provenientes da ingestão de alimentos contaminados), basta ter alguns cuidados.

PROPAGANDA