Íngua: o que é, principais causas e tipos

Se você nunca teve uma íngua, provavelmente já ouviu falar dela. Muitas pessoas acham que isso é um grande problema, mas saiba que ela é um sinal de que o seu sistema imune está funcionando perfeitamente bem. Assim, a íngua é um alerta de que alguma coisa não está bem no seu organismo.

Também chamada de gânglio, a íngua é caracterizada por pequenos caroços que aparecem no nosso corpo e ela pode aparecer nos mais variados lugares. Vamos agora saber um pouco mais sobre essa condição e entender o que está por trás da formação da íngua.

O que é uma íngua?

A íngua é um nome popular para quando os linfonodos ou gânglios estão inchados. Essa é uma situação bem comum e, provavelmente, você já passou por ela, mas ainda não se deu conta.

O que é uma íngua

Os linfonodos fazem parte do sistema linfático, parte na qual estão as nossas células de defesa. Os vasos linfáticos removem restos metabólicos e outras substâncias ruins para o corpo, assim como vírus e bactérias, para serem enviados para fora do organismo.

Os linfonodos, também conhecidos como gânglios linfáticos, são como filtros que ajudam a limpar o sangue e remover as substâncias nocivas. Neles também podemos encontrar células de defesa que ajudam a combater infecções e outros micro-organismos.

Quais as principais causas da íngua?

As ínguas costumam aparecer em regiões mais superficiais do corpo e em, algumas partes como pescoço, virilha e axilas, são mais frequentes. Veja abaixo quais as causas mais comuns:

1. Doenças autoimunes

São doenças nas quais o próprio sistema de defesa ataca o corpo. Esse tipo de patologia também pode causar ínguas e são doenças que merecem a sua total atenção.

Por exemplo, a esclerose múltipla é uma dessas doenças. As próprias células de defesa destroem a bainha de mielina, uma substância que recobre os nervos e que é essencial para a transmissão de informações pelo corpo.

2. Uma outra causa da íngua são as Infecções

Qualquer tipo de infecção pode causar a íngua, afinal de contas, estamos falando de um agente invasor que penetrou no corpo. No mesmo instante, o sistema imune recebe um sinal de alerta e o corpo começa a produzir mais células de defesa para destruí-lo.

Vários são os tipos de infecções que podem provocar o aumento dos linfonodos: pneumonia, faringite, gripes, candidíase, sífilis, HPV, entre outras.

3. Inflamações na pele

Qualquer tipo de inflamação pode causar íngua, mas as causas por problemas na pele costumam ser muito frequentes. Isso porque, usamos diversos produtos químicos que podem causar algum tipo de reação alérgica: desodorantes, hidratantes, óleos e vários outros. Também é os problemas com a foliculite, muito comum depois da depilação com lâmina.

Quais os tipos de íngua?

Você sabia que existem ínguas benignas e malignas? Pois bem, as ínguas também podem indicar que um câncer está instalado no seu corpo e há formas de identificar isso.

Para identificar é simples, mas é preciso ficar atento a pequenas diferenças. Tanto nos casos benignos quanto malignos, as ínguas podem aparecer em qualquer parte do corpo. Porém, no primeiro caso, elas costumam ser doloridas e não mudam de tamanho.

Porém, nos casos que a íngua pode representar um câncer, elas duram mais de 30 dias, aumentam de tamanho e também pode provocar febre e coceira no corpo.

Os tumores nos linfonodos são chamados de linfoma. Esse tipo de câncer pode existir de duas formas: o Hodgkin, que é o mais fácil de ser tratado e o não-Hodgkin.

Quando procurar o médico?

ingua qual medico procurar

Caso a íngua não melhore passo um mês, o caroço é de consistência endurecida e está espalhado em várias partes do corpo, esse é o momento de buscar ajuda médica. É necessário apenas que uma dessas características estejam presentes para marcar a sua consulta.

E você? Já teve uma íngua? Compartilhe nos comentários a sua experiência e como foi o tratamento!