OBSIDADE Saude e bem estar Valdeni Duarte

HIPOTIREOIDISMO: SINTOMAS,TRATAMENTOS E ALIMENTAÇÃO

Algumas pessoas sofrem do chamado hipotireoidismo, ou seja, o mau funcionamento da glândula tireoide, que acaba produzindo os hormônios T3 e T4 em quantidades menores do que seria o ideal. É importante ressaltar que, embora as mulheres adultas sejam as mais afetadas pelo hipotireoidismo, a doença pode acontecer com pessoas de qualquer gênero e idade, de modo que é fundamental fazer exames de sangue regularmente, que avaliam o funcionamento da glândula tireoide.

SINTOMAS DO HIPOTIREOIDISMO

– Depressão

– Ganho de Peso

– Queda de cabelo

– Pele mais seca do que o normal

– Aumento do colesterol,

– Problemas no intestino,

– Diminuição no ritmo dos batimentos cardíacos

– Memória comprometida,

– Menstruação irregular,

– Cansaço além da conta

– Sono excessivo e outros.

Um dos sinais mais comuns e que mais incomoda (principalmente as mulheres) é o ganho de peso, consequência, justamente, do fato de a tireoide trabalhar menos do que deveria.

TRATAMENTO:

O controle da doença é feito por meio de medicamentos. Mas é importante que as consulta as médico sejam regulares para a correta avaliação do funcionamento da glândula. Se os medicamentos não funcionarem, uma alterna é aplicação de iodo radioativo.

ALIMENTOS QUE AJUDAM ALIVIAR  OS SINTOMAS  CAUSADOS PELO  HIPOTIREOIDISMO

tireoidePara tentar manter o peso mesmo tendo essa disfunção, alguns alimentos podem ajudar muito, já que estimulam a glândula tireoide. O leite é fundamental na dieta de quem sofre de hipotireoidismo, pois contém dois nutrientes essenciais para o trabalho da glândula em questão: o cálcio e o iodo. Recomenda-se o consumo de três porções de leite por dia, sendo que seus derivados também entram nessa contagem, como o queijo e o iogurte.

Você também pode incluir os frutos do mar no seu cardápio, porque também são importantes fontes de iodo que, além do benefício já citado, ainda é uma substância fundamental para ativar o metabolismo celular (portanto, contribui com o processo de emagrecimento).

O ideal é colocar nas refeições uma porção de 120 gramas de algum fruto do mar duas vezes por semana. A gema de ovo, sendo rica em iodo e vitamina D, deve entrar na dieta três vezes por semana, uma única unidade em cada um dos dias.

hipertireoidismoAs algas também são alimentos que ajudam na produção dos hormônios T3 e T4, por isso, procure consumi-las duas ou três vezes por semana. Já os cereais integrais são ótimas fontes de magnésio, por isso, procure colocá-los na alimentação todos os dias, sendo 100 gramas uma quantidade já suficiente. As sementes costumam ser ricas em cálcio, além de excelentes para acelerar o metabolismo, principalmente a linhaça e as sementes de abóbora e girassol – misturando essas sementes com a comida, você fará um bem incrível para o seu organismo, e vai perceber os resultados!

Algumas pesquisas mais recentes mostram que a soja e seus derivados, aparentemente, possuem ativos que podem inibir o trabalho da glândula tireoide, por isso, procure evitar. Também é de extrema importância realizar um acompanhamento com o endocrinologista, já que quem tem hipotireoidismo precisa de uma medicação específica para controlar o problema e, nesse sentido, disciplina é a palavra-chave.

Portanto, se você for diagnosticado com hipotireoidismo, tome os medicamentos indicados pelo médico corretamente, inclua em seu cardápio os alimentos citados e não esqueça da atividade física para melhorar muito a sua qualidade de vida.

| Website

Proprietário do site, adora ler e compartilhar informações sobre saúde na internet. Criou o blog Dieta e Boa Saúde em 07 de março de 2014, onde compartilha dicas de alimentação e hábitos de vida saudáveis, bem como plantas medicinais, exercícios, receitas e afins".

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.