Hipoglicemia Diagnóstico e Abordagem Terapêutica

O Que é Hipoglicemia?

É hipoglicemia conhecida também como choque de insulina ou como nível de açúcar baixo. Ela é um distúrbio provocado pela baixíssima concentração de glicose no sangue do paciente e pode acontecer tanto com as pessoas que sofrem de diabetes, quanto com as pessoas que não tem a doença.

Hipoglicemias. Causas, diagnóstico e abordagem terapêutica pdf

Para muitos os seus efeitos se relacionam ao tratamento contra a diabetes, mas a verdade é que vários fatores podem colaborar para o desenvolvimento de um quadro de hipoglicemia. Não se trata, portanto, de uma doença, mas de um indicador de que a pessoa pode estar com um problema de saúde que até o momento ignora.

Se a pessoa ignora os sintomas da hipoglicemia e não toma nenhuma atitude contra ela consequências graves podem se dar, como a perda da consciência. Isso acontece porque o nosso cérebro precisa de glicose para funcionar, assim como todo o nosso corpo, que num quadro de hipoglicemia fica sem energia!

Tipos de Hipoglicemia

Conhecidos pela medicina existem dois tipos: a hipoglicemia de jejum e a pós-prandial, que também é conhecida como reativa.

Você deve estar se perguntando quais as diferenças entre elas, e é bem simples: o que ocorre é que a de jejum se dá antes das refeições e a pós-prandial ocorre depois das refeições. Não é por acaso que a pós-prandial não é tão comum quanto a primeira, embora ainda assim possa acontecer em vários casos!

Causas da Hipoglicemia

São vários os cenários que podem fazer com que uma pessoa venha a desenvolver hipoglicemia, especialmente se ela está em jejum. Para compreender melhor esse distúrbio é importante entender como funciona a entrada de açúcar no organismo e como ele é regulado!

Durante o processo de digestão o nosso corpo sempre absorve cada um dos nutrientes que estamos consumindo contidos naquele alimento. Quando estamos falando de arroz, de pães, de massas, de vegetais, de frutas e de derivados de leite estamos falando de alimentos que tem uma alta dose de carboidratos, que quando entram no nosso organismo se convertem em várias moléculas de açúcar. Se comemos coisas açucaradas como doces, por exemplo, o mesmo vai ocorrer. Uma dessas moléculas é mais conhecida como glicose, que é responsável pela energia que temos no dia a dia.

Durante o processo digestivo a glicose entra na nossa corrente sanguínea e acaba se espalhando pelo organismo como um todo, entra nas células e nos dá a energia necessária. Dentro desse processo também está o pâncreas, responsável pela produção e envio de insulina ao organismo, e é a insulina que metaboliza a glicose e as envia para as nossas células, energizando o nosso corpo.

Hipoglicemias. Causas, diagnóstico e abordagem terapêutica pdf

No caso da hipoglicemia de jejum com diabetes o que acontece é que o paciente pode acabar consumindo doses muito pequenas de glicose na sua alimentação, ou ainda exagerando na quantidade de insulina aplicada ou nas doses dos medicamentos tomados para evitar um quadro de hiperglicemia. Já para a hipoglicemia de jejum sem diabetes pode acontecer quando a pessoa toma medicamentos equivocadamente, quando ela tem alguma deficiência endócrina, doença crônica ou quando consome álcool demais.

Na hipoglicemia reativa acontece muito com pacientes que já fizeram bariátrica e ocorre algumas horas depois da última refeição! É importante ficar atento, porque se o excesso de glicose pode nos prejudicar, o exagero também, então devemos prezar pelo equilíbrio!

Especialista Explica Com Mais Detalhes Sobre as Hipoglicemias.