Hipertireoidismo e Hipotireoidismo:Diferenças e Sintomas

O nosso corpo é uma grande máquina e cada engrenagem tem que funcionar perfeitamente bem. Se uma única peça está fora do lugar, todo o nosso organismo sofre com isso e todas as outras funcionalidades podem sair prejudicadas. É isso o que quando alguém desenvolve o hipertireoidismo ou hipotireoidismo.

O papel principal de toda essa orquestra vai para os hormônios produzidos pela tireoide. De acordo com o IBGE cerca de 15% dos brasileiros apresentam problemas nesse órgão. O descontrole na produção de tipos específicos hormonais acaba por desenvolver a doença que, se não trata, pode trazer sérias consequências.

hipertireoidismo e hipotireoidismo

Vejamos agora quais são os sintomas e características de cada uma e aprender como diferenciá-las.

Hipertireoidismo

O que é?

Ele se desenvolve quando a nossa glândula, a tireoide, produz mais hormônios do que a quantidade ideal. Neste caso, a glândula trabalha mais do que deveria e, por isso, dá-se o nome de hipertireoidismo.

PROPAGANDA

Na tireoide são sintetizados os hormônios T3 (tri-iodotironina) e T4 (tiroxina) que são responsáveis por controlar o metabolismo do corpo. São essas substâncias que nos fazem consumir uma determinada taxa de energia para realizar uma função específica.

Há diversos fatores que influenciam para o desenvolvimento da doença. Histórico familiar, por exemplo, é um deles. Ser mulher também é um fator de risco já que as estatísticas mostram que o sexo feminino apresenta essa patologia de forma mais frequente.

Quais são os sintomas?

Quando a tireoide produz muito T3 e T4, o nosso metabolismo fica acelerado, ou seja, gastamos mais energia que o normal. Veja abaixo quais são os sintomas mais prevalentes nesta doença:

  • Suor em excesso;
  • A fome aumenta;
  • Perda de peso rápida;
  • Dificuldade para dormir;
  • Evacuações intestinais frequentes;
  • Fraqueza muscular e fadiga tornam-se comuns;
  • Maior sensibilidade a temperaturas elevadas;
  • Glândula tireoide com tamanho maior;

No campo emocional, a pessoa que possui hipertireoidismo apresenta-se mais ansiosa, nervosa e irritada.

Hipotireoidismo

O que é?

Aqui é justamente o oposto do conceito de hipertireoidismo. Nesse caso, a glândula trabalha menos que o normal e produz uma quantidade menor de hormônios que o esperado pelo nosso corpo. Assim, o T3 e o T4 estão em taxas insuficientes e ainda que o TSH – hormônio produzido pela hipófise e responsável por disparar o interromper a produção de T3 e T4 – esteja ativo, a síntese hormonal não ocorre.

Os fatores de risco que estão relacionados ao desenvolvimento dessa doença são vários, sendo os principais: ter mais de 60 anos, ter doença autoimune, ter feito radioterapia, ter histórico na família de doença autoimune e outros. O fato de ser mulher também é um fator de risco.

Quais são os sintomas?

Os sinais e sintomas do hipotireoidismo costumam variar de pessoa para pessoa e costuma ser mais sutil que o hipertireoidismo. Isso pode fazer com que o indivíduo demore de procurar ajuda médica e assim a doença cresce sem nenhum controle. Veja quais são os sintomas mais recorrentes:

  • Sensação de estar sempre com frio;
  • Sente-se cansado e sonolento todo o tempo;
  • A pele e o cabelo tornam-se secos e quebradiços;
  • Maior susceptibilidade à depressão;
  • Constipação intestinal, mais conhecida como prisão de ventre;

Quando se fala em hipotireoidismo, muitas pessoas imaginam uma pessoa gorda, quase obesa, mas essa não é a realidade. O ganho de peso na doença é pequeno e fica entre 2 a 4 quilos.

É muito importante fazer exames periódicos para que seja realizada a prevenção de diversas doenças. No caso do hipertireoidismo, que os sinais e sintomas são mais visíveis e rápidos, não exite em procurar o médico o quanto antes para realizar o tratamento. É possível ter uma vida normal se todas as instruções do profissional forem seguidas.

Médico Especialista Explica com mais Detalhes as Diferenças entre Hipertireoidismo e Hipotireoidismo.

A menstruação desregulada também é um dos sintomas típicos do hipertireoidismo. Veja quais são as outras coisas para esse problema!

PROPAGANDA