Plantas Medicinais Wilder Patric

Benefícios e As Diferenças Entre Cará e Inhame.

O cará não é muito popular no Brasil por conta da dificuldade que muitos têm de reconhecer o alimento. Ele é um tubérculo muito parecido com o nosso inhame, algo que costuma causar certa confusão na hora da compra. Apesar de muitos acharem que se trata da mesma planta, esses dois apresentam diferenças sutis.

As diferenças entre cará e inhame

É fácil explicar o motivo da confusão: a aparência desses dois alimentos é bastante parecida. O cará, na verdade é uma espécie da família Dioscoreácea, a mesma do inhame e, por isso são tão semelhantes. Essa similaridade vai além da aparência, pois os dois são ricos em bons carboidratos e assim, excelentes opções, por exemplo, para consumir antes dos exercícios físicos.

Ainda assim, fazendo um balanço nutricional entre os dois tubérculos, o cará leva a melhor. Porém, o ideal, é que os dois sejam consumidos, afinal de contas, cada um oferece um pouco de seus benefícios.

Os benefícios do cará

benefícios do cará

E falando nas vantagens de consumir esse alimento, veja abaixo bons motivos para começar a colocar o cará na sua dieta!

É rico em potássio

Quando se pensa em um alimento rico em potássio é bastante comum pensar na banana, mas existem vários outros alimentos que também são boas fontes desse mineral como o cará.

O potássio traz inúmeros benefícios ajudando a prevenir doenças cardiovasculares, melhora o sistema nervoso e a transmissão de informações pelo corpo, aumenta as taxas de cálcio nos ossos afastando assim condições como a osteoporose, ajuda na perda de peso e também intensifica a hipertrofia muscular.

Previne o diabetes

O fato do cará ser uma boa fonte de fibras é essencial para prevenir o diabetes, especialmente para aqueles que têm casos na família e predisposição genética.

As fibras presentes evitam a formação do pico de insulina. Esse pico ocorre quando há uma grande quantidade de glicose na corrente sanguínea e assim, aumenta o trabalho do pâncreas para a produção da substância. O grande problema é que o corpo pode criar um tipo de resistência à insulina com o passar do tempo, desenvolvendo assim o diabetes tipo 1.

Assim, quanto mais fibras um alimento tiver, menos insulina será liberada no sangue, pois elas fazem com que a glicose seja liberada aos poucos, impedindo assim a formação dos picos. Em apenas 100 gramas, é possível encontrar 7,3 só de fibras.

Além disso, a presença delas também ajuda em outros aspectos. Por exemplo, quem sofre com a prisão de ventre, pode se beneficiar muito desse alimento.

É rico em fósforo

Outro mineral que costuma negligenciado, mas que faz uma diferença enorme na nossa saúde. O fósforo ajuda em diversos aspectos: na formação óssea, no processo de digestão, contra a fraqueza muscular, no funcionamento do cérebro, na formação das proteínas, no equilíbrio hormonal, no fornecimento de energia para os tecidos, na excreção e, principalmente, nas reações químicas que acontecem por todo o corpo.

Possui antocianinas

Outro nutriente muito importante encontrado no cará são as antocianinas. São classificadas como poderosos antioxidantes que, por sua vez, são substâncias que conseguem eliminar parte dos radicais livres e ainda ajudam a retardar o envelhecimento celular.

Os radicais livres são restos metabólicos e, quanto mais alimentos industrializados são consumidos, mais radicais são produzidos. Eles aumentam a chance de desenvolvermos o câncer, pois conseguem entrar nas células e modificar o material genético. Assim, essa célula se multiplica com erros, situação na qual o tumor pode se formar.

Além desse benefício, as antocianinas ajudam na perda de peso, protegem o sistema cardíaco, diminuem a pressão arterial, previnem doenças degenerativas como algumas doenças que afetam o sistema neurológico motor e também reduzem o processo inflamatório que acontece dentro do nosso corpo, por exemplo, no tecido adiposo.

O cará é rico em vitamina B6.

cará planta

Outro nutriente importante presente no cará e em elevada quantidade. A vitamina B6 faz parte das vitaminas do complexo B e conseguem oferecer uma série de benefícios para diversos aspectos da nossa saúde.

O benefício mais conhecido desse nutriente é a ação dele no cérebro. Por exemplo, ela ajuda a controlar os níveis de homocisteína na corrente sanguínea, um tipo de colesterol que costuma afetar diretamente os neurônios de forma negativa. Também atua na síntese de neurotransmissores que melhoram o bem-estar como a serotonina e a norepinefrina.

Por conta disso, outro benefício que a vitamina B6 oferece é o auxílio no combate e na prevenção da depressão. Como é uma substância totalmente natural, pode ser consumida com o uso dos medicamentos para a doença sem o risco de associações medicamentosas.

É preciso comer com moderação

Apesar de ser um alimento com substâncias de elevado valor nutritivo, o cará precisa ser consumido com moderação. Ele, apesar de ser um carboidrato complexo, ainda é um carboidrato e, portanto, é necessário evitar os exageros. Mesmo porque, os excessos podem causar sintomas como diarreia, vômito e dor de cabeça.

Você já comeu cará? Conte pra gente o que achou do sabor desse tubérculo!

| Website

Wilder Patric dos Santos é Licenciado em Letras pela Faculdade de Ensino e Pesquisa de Itajubá (FEPI) e adora ler e compartilhar informações sobre saúde na internet. Possui quase 10 anos trabalhando com sites, SEO, redação para blogs e afins. 

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.