Dieta do Mediterrâneo [Receitas e Como Fazer]

As dietas com restrições alimentares e que contam pontos com calorias vazias caíram por terra. As pessoas estão buscando, cada vez mais, melhorar a saúde e evitar doenças através da alimentação. A Dieta do Mediterrâneo é um excelente exemplo e já é considerada por alguns especialistas como a melhor para se ter uma vida mais saudável.

De onde ela surgiu?

Como o próprio nome sugere, a Dieta do Mediterrâneo surgiu na região do Mar Mediterrâneo, na Europa. Pessoas que moram em regiões próximas possuem uma alimentação rica em azeite, peixes, oleaginosas, frutas, legumes e vinho.

Dieta do Mediterrâneo

Alguns estudiosos começaram a perceber que essa população não sofria muito com doenças típicas de outros países como a hipertensão arterial. Muitas pesquisas constataram que esse fato está diretamente relacionado com o tipo de alimentação.

O Que Fazer Para Seguir a Dieta do Mediterrâneo?

Montar um cardápio seguindo a Dieta do Mediterrâneo é bem simples. O ingrediente principal é o azeite de oliva e todas as refeições são regadas desse ingrediente. Algumas pessoas podem achar estranho numa dieta ter tanto óleo.

A questão aqui é que não estamos falando de qualquer gordura e sim e de uma que faz muito bem para o nosso sistema circulatório. O azeite de oliva é rico em boas gorduras como o ômega 3 que, em vez de formar placas de ateroma como ocorre com as outras, reduz o nível das gorduras ruins que entopem os vasos sanguíneos.

Além da gordura do azeite, você também deve investir em outras fontes de boas gorduras como as oleaginosas – amendoim, nozes, castanhas – e também em peixes que são ricos em ômega 3 e 9 como o salmão, o atum e a sardinha.

Além das gorduras, há também outros grupos alimentares que devem ser incluídos na dieta para deixá-la ainda mais completa:

  • Legumes, frutas, hortaliças e alimentos integrais estão mais do que liberados;
  • Tire o sal da dieta ou, pelo menos, reduza-o e passe a temperar os alimentos com ervas. Elas costumam dar mais sabor aos alimentos e você pode plantá-las em casa, fazendo uma pequena horta;
  • Reduzir o consumo de carne vermelha também é necessário, mas não é preciso aboli-la do cardápio. Afinal de contas, ela é rica em ferro, essencial para a formação das hemácias e para a nossa respiração. De acordo com a dieta, ideal é comer esse tipo de proteína cerca de 2 vezes por mês;
  • O consumo de vinho tinto também é uma característica marcante desse tipo de dieta. Ele é rico em substâncias antioxidantes, que ajudam no combate a doenças e também melhora o funcionamento do sistema cardíaco;

Dieta mediterrânea receitas

Você vai perceber que seguir essa dieta é bem fácil e vamos te ajudar com algumas receitas práticas para fazer em casa e começar a ter uma vida mais saudável.

1. Sanduíche do Mediterrâneo

Ingredientes

  • 2 fatias de pão integral;
  • Tomate picado;
  • Uma fatia de queijo de cabra;
  • Azeite com ervas e manjericão;
  • Um pouco de sal batido com manjericão, orégano e tomilho;

Modo de fazer

Coloque na torradeira o pão para que ele fique um pouco mais crocante. Depois, acrescente o queijo e depois os outros ingredientes. Ele está pronto para ser saboreado.

2. Arroz integral

Ingredientes

  • 2 dentes de alho amassados;
  • ½ xícara de chá de vinho branco seco;
  • 3 colheres de sopa de manjericão fresco picado;
  • 4 colheres de sopa azeite de oliva;
  • ½ xícara de chá de arroz;
  • ½ xícara de chá de lentilha;
  • ½ colher de chá de sal ou temperos variados;

Modo de fazer

Refogue o alho no azeite e depois acrescente o arroz e a lentilha e continue refogando por mais 3 minutos. Coloque o sal, vinho e refogue até que o vinho evapore completamente. Agora acrescente água e aguarde o cozimento até que não tenha mais água na panela. Acrescente o manjericão e sirva.

Leia Mais: As 7 Melhores Dietas Para Perder Peso Rápido

Quer saber mais sobre a Dieta do Mediterrâneo e outras dicas de alimentação saudável? Então curta a nossa página do Facebook e fique sempre por dentro das novidades!