Cúrcuma: Benefícios, Como Usar. É o mesmo que açafrão?

A cúrcuma é considerada uma planta medicinal e possui uma raiz de coloração alaranjada que, ao ser transformada em um pó, é utilizada como tempero no preparo de diversos pratos. Ela é usada especialmente na Índia, mas aqui no Brasil também há muitas pessoas que utilizam a cúrcuma no dia a dia.

O que é cúrcuma? é o mesmo que açafrão?

A planta medicinal é um rizoma e faz parte da família do gengibre. Muitas pessoas confundem esse alimento com o açafrão, tanto que, em algumas regiões, a cúrcuma é conhecida como açafrão da terra. Só que uma não tem absolutamente nada a ver com a outra, a confusão está apenas nos nomes. O sabor, o formato (o açafrão é filamento e a cúrcuma é pó) e o cheiro são diferentes, portanto, não há como confundir.

cúrcuma é o mesmo que açafrão

Há vestígios do uso pelo povo indiano que datam de 4 mil anos atrás. Os grandes responsáveis por espalhar esse tempero por boa parte do planeta são os mercadores árabes. Aqui no Brasil, ela costuma ser mais utilizada na região Centro-Oeste e também no estado de Minas Gerais.

Quais os benefícios da cúrcuma?

Por ter diversas substâncias benéficas para o nosso corpo, a cúrcuma oferece diversas vantagens. Veja abaixo quais são elas:

Ameniza as dores

Sabia que a cúrcuma tem ação anti-inflamatória? O processo inflamatório, que pode ocorre por qualquer motivo como a presença de vírus no corpo ou mesmo por conta de alguma doença, desencadeia uma série de eventos danosos, entre eles a dor. Para reduzir as dores, fazer a ingestão nos alimentos todos os dias pode ajudar.

Melhora o funcionamento do cérebro

Um estudo apontou para as funções protetivas que a cúrcuma exerce sobre a nossa mente. Esse alimento melhora as nossas funções cognitivas e também consegue reduzir as chances de doenças como o Mal de Alzheimer.

Alivia os sintomas da artrite reumatoide

A artrite reumatoide é uma doença que provoca inflamações nas articulações do corpo. Nessa patologia, o nosso próprio sistema de defesa ataca as células, ou seja, estamos falando de uma doença autoimune.

Por provocar a inflamação, a cúrcuma pode ajudar a aliviar o problema e, consequentemente seus sinais e sintomas que são: dor articular, fadiga, inchaço nas mãos, entre outros.

A cúrcuma ajuda no tratamento da depressão

A depressão já é considerada o “mal do século” e, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, é a principal causa de incapacitação dentro do ambiente de trabalho. Essa doença pode atingir pessoas de qualquer idade.

A cúrcuma, segundo alguns estudos, melhora o humor das pessoas que a consome todos os dias. Assim, ela pode fazer parte do tratamento para a depressão como coadjuvante. Lembrando que o ideal é procurar ajuda médica.

Diminui o risco de doença cardíaca

Doenças típicas do sistema cardíaco são consideradas a principal causa de mortes em todo o mundo. Algumas pesquisas afirmam que a cúrcuma consegue reduzir o depósito de colesterol nas artérias, evitando assim a formação de placas de gorduras nas paredes dos vasos. Dessa forma, evita-se complicações como o acidente vascular cerebral, popularmente conhecido como derrame, e o infarto.

Como usar?

Ela pode ser utilizada nos mais diversos pratos como um tipo de tempero. Você pode acrescentá-la ao arroz, a verduras durante o cozimento ou mesmo na hora de fazer molhos, dando uma coloração viva e um aspecto mais bonito as suas saladas.

curcuma em po como usar

É importante não abusar, pois o excesso de cúrcuma pode causar problemas à saúde como dor de estômago, diarreia, demora na coagulação sanguínea, hipotensão, maior fluxo durante a menstruação entre outros. A dose recomendada é de até 3 gramas por dia, o mesmo que uma colher de chá rasa.

Benefícios, Dicas e Orientações Sobre o Consumo do pó e o Suplemento  de cúrcuma.

Quer mais dicas sobre alimentação saudável? Então curta a nossa página no Facebook!