Chá de Milona: Como Fazer, Propriedades e Dicas de Consumo.

O chá de milona tem uso consagrado na medicina popular e indígena no tratamento de doenças do sistema respiratório e condições inflamatórias.

A milona (cujo nome científico é Cissampelos sympodialis), também conhecida como jarrinha, orelha de onça e abuteira, é uma planta brasileira que pode ser encontrada nas regiões norte, nordeste e sudeste do país.

Diversos estudos científicos já comprovaram suas propriedades medicinais e ainda levantaram novas possibilidades de uso planta. Saiba mais sobre as propriedades desse chá, seus benefícios, como prepará-lo e entenda sua importância para o tratamento da asma.

Propriedades do chá de milona

Diferentes estudos identificaram na milona propriedades anti-inflamatória, antialérgica e antidiarreica. Também já foi apontado que ela contém substâncias com ação antidepressiva.

Propriedades do chá de milona

A planta vem sendo estudada há mais de 30 anos no Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal da Paraíba (UFBP). O chá feito com as raízes da milona era tradicionalmente utilizado pelos habitantes da região para tratar a asma e outras doenças respiratórias.

Nas pesquisas acadêmicas, foi identificado que as folhas da erva contêm os mesmos princípios ativos da raiz e apresentam menor toxicidade, descoberta que contribuiu para a preservação da espécie.

Testes em animais já foram realizados para comprovar as propriedades terapêuticas da orelha-de-onça. Descobriu-se que além de ser eficaz para combater a asma e outras doenças respiratórias, ela também trata a úlcera gástrica e tem ação antidepressiva.

Chá de milona: para que serve

O chá de milona pode ser usado como auxiliar no tratamento das seguintes doenças e condições:

  • Bronquite. Essa doença é caracterizada pelo acúmulo de muco nos brônquios, que se inflamam e dificultam a passagem do ar até os pulmões. Com sua ação anti-inflamatória, o chá é eficaz para tratar os sintomas da bronquite, que pode ser crônica ou aguda.
  • Sinusite. O chá é indicado para ajudar a tratar a sinusite porque atua na desinflamação da mucosa dos seios da face, o que caracteriza a sinusite ou rinossinusite.
  • Rinite. O chá tem dupla ação contra a rinite alérgica, já que ajuda a combater tanto a causa do problema (uma reação alérgica) quanto sua consequência, que é a inflamação da mucosa do nariz.
  • Artrite. O chá de milona ajuda a combater a inflamação das articulações que caracteriza a artrite. Esse emprego da planta já é conhecido na medicina popular e confirma-se pela identificação científica de suas propriedades anti-inflamatórias.
  • Gripes e resfriados. Por sua ação calmante e desinflamatória do aparelho respiratório, o chá ajuda a aliviar sintomas relacionados a gripes e resfriados, como tosse e congestão nasal.

Chá de milona: como fazer e dicas de consumo

Para preparar o chá de milona, utiliza-se 4 folhas frescas da planta e 2 xícaras de água. Primeiro, coloque a água em uma panela e leve ao fogo. Quando começar a ferver, desligue o fogo e adicione as folhas de milona, tampando imediatamente. Deixe as folhas descansando na panela tampada de 5 a 10 minutos. Deixar esfriar e consumir preferencialmente puro, sem adoçar.

Chá de milona como fazer

A sugestão de consumo é de 2 a 3 xícaras de chá ao dia. O ideal é consumir a bebida imediatamente após o preparo, para aproveitar ao máximo suas propriedades medicinais.

Em regiões do Brasil onde a milona verde não está disponível, a opção é recorrer às folhas desidratadas da erva, vendidas em lojas de produtos naturais. Neste caso, é importante observar se o nome científico da planta consta na embalagem, assim como a data de validade. Para preparar o chá com as folhas secas, deve-se seguir as instruções constantes no rótulo do produto.

Chá de milona para asma

A asma é uma doença inflamatória que atinge as vias aéreas, caracterizada por uma espécie de hipersensibilidade dos brônquios. Trata-se de um dos problemas de saúde mais comuns no mundo, atingindo mais de 300 milhões de indivíduos a nível global, de acordo com a Organização Mundial de Saúde.

O chá de milona é uma alternativa natural para o tratamento da doença, em função de suas propriedades anti-inflamatórias e antialérgicas, além de reduzir significativamente a produção de muco, apresentando uma ação mais eficaz do que os medicamentos corticoides, sem causar efeitos colaterais.

Esse uso específico da planta já foi objeto de vários estudos e é provável que até 2020 já esteja disponível no mercado um medicamento fitoterápico à base de Cissampelos sympodialis. Enquanto isso não acontece, o chá de milona continua sendo uma opção natural e acessível para o tratamento da asma.

Como vimos, o chá de milona é um verdadeiro remédio natural que serve para tratar doenças respiratórias e inflamações, sem falar em seu uso como antidepressivo. Suas propriedades já foram comprovadas cientificamente, tanto que um medicamento a base da planta está em fase de desenvolvimento.

Leia Também:

Chá de Folha de Morango é Bom Para Quê? A Folha é Comestível?

Confira as Melhores Receitas de Chás Emagrecedores

Para Que Serve a Casca de Jatobá e Seus Benefícios.

Lembramos que, mesmo se tratando de um chá natural, é aconselhável contar com a orientação de um médico antes de começar qualquer tratamento de saúde, para garantir os melhores resultados e evitar riscos.