Fruta Atemoia: Para Que Serve, Origem e Como Comer.

A atemoia é uma fruta saborosa e seu consumo traz diversos benefícios à saúde. Entre suas propriedades funcionais e bioativas, estão a prevenção do câncer, doenças cardiovasculares e do envelhecimento precoce.

Entretanto, como se trata de uma fruta ainda pouco comercializada e consumida no Brasil, muitos desconhecem esse alimento tão rico.

Para acabar com suas dúvidas sobre essa fruta do bem, preparamos um artigo completo explicando como a atemoia surgiu, para que serve, seus benefícios, se engorda ou emagrece e como comê-la. Confira.

Atemoia: origem

A atemoia foi desenvolvida a partir do cruzamento de duas frutas da família das anonáceas: a fruta-de-conde ou pinha (Annona squamosa, L.), oriunda do Caribe e a cherimoia (Annona cherimola, Mill), originária dos Andes. Por isso seu nome científico é Annona cherimolia Mill x Annona squamosa L.

Atemoia origem

PROPAGANDA

O primeiro cruzamento das duas variedades foi feito em 1908, em Miami, por P. J. Wester, agrônomo do Departamento de Agricultura Subtropical dos Estados Unidos.

A intenção era produzir uma fruta com características comerciais superiores às da fruta-do-conde (como peso, durabilidade pós-colheita e teor de polpa) e que tivesse um sabor semelhante ao da cherimoia. O experimento deu certo.

O nome atemoia (ou atemoya) provavelmente é uma combinação de “ate”, nome antigo para as anonáceas no México e “moya”, de chirimoya (cherimoia em espanhol).

Fruta atemoia: para que serve e benefícios

Sua polpa é rica em potássio, cada 100 g da fruta fresca contêm aproximadamente 300 mg desse mineral. É também uma boa fonte de cobre e fornece uma quantidade razoável de vitamina C. Somado a isso, temos a presença de quantidades relevantes de compostos fenólicos em sua composição. Inclusive, suas propriedades medicinais foram objeto de um estudo realizado na Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA) da Unicamp.

Entre os benefícios da atemoia, podemos citar:

  • Controla a pressão arterial. O potássio presente na fruta possui ação vasodilatadora, o que ajuda a prevenir ou amenizar a hipertensão.

 

  • Previne doenças cardiovasculares. Outro benefício proveniente da alta concentração de potássio na atemoia. Ao manter a pressão arterial sob controle, consequentemente são evitados danos ao sistema cardiovascular.

 

  • Evita o envelhecimento precoce. Os compostos fenólicos e a vitamina C, substâncias com propriedades antioxidantes, presentes na fruta, combatem a ação dos radicais livres, causadores do envelhecimento precoce.

 

  • Ajuda a prevenir o câncer. Este benefício também está ligado às propriedades antioxidantes da fruta.

 

  • Auxilia na manutenção do bom funcionamento intestinal. Por conter fibras, a atemoia ajuda a prevenir a prisão de ventre.

 

  • Melhora a imunidade. Os antioxidantes presentes na fruta fortalecem o sistema imunológico, responsável por defender o organismo das agressões externas.

 

  • Protege o sistema nervoso. O mineral cobre, do qual essa anonácea é uma boa fonte, contribui significativamente para a manutenção da saúde das células nervosas. Isso se traduz em melhor concentração, memória e cognição.

 

  • Previne a anemia. O cobre é fundamental para que o ferro ingerido na alimentação seja devidamente absorvido pelo organismo. E os bons níveis de ferro asseguram uma produção adequada de células vermelhas pelo sangue, evitando a anemia ferropriva.

 

  • Fortalece unhas, cabelos e pele. Os antioxidantes que a fruta possui contribuem para o fortalecimento dos tecidos, o que significa unhas, cabelos e pele mais luminosos, fortes e bonitos.

Atemoia engorda?

Que a atemoia é nutricionalmente rica e tem propriedades medicinais, não há dúvida. Mas, para quem está tentando emagrecer, seu consumo está liberado?

Essa anonácea pode sim e deve estar presente na dieta de quem quer perder peso com saúde. Entretanto, ela é relativamente calórica, 100 gramas da fruta in natura contém em média 97 calorias, de acordo com a Tabela Brasileira de Composição de Alimentos.

Sem falar que ela contém fibras (2,1 g em cada 100 gramas) e bastante água, ajudando a manter a fome sob controle. É ainda uma ótima fonte de energia para ser ingerida antes da prática de exercícios físicos. Portanto, basta consumi-la com bom senso.

Como comer a fruta

A melhor forma de aproveitar os benefícios da atemoia é consumi-la in natura. A forma de comer é semelhante à da graviola e fruta-do-conde: basta lavar bem a fruta, contá-la ao meio e saborear a polpa, retirando-a com uma colher ou com as mãos mesmo.

atemoia Como comer

Também é possível preparar sucos e vitaminas com a polpa. Já sua casca pode ser usada na fabricação de geleias e as sementes podem ser trituradas, para serem adicionadas a saladas, iogurtes, vitaminas etc.

Agora você já sabe porque a atemoia é um alimento funcional, fonte de vitaminas, minerais e compostos fenólicos. Como vimos, trata-se de uma fruta com propriedades antioxidantes, que ajuda a prevenir doenças e melhorar o funcionamento do organismo de um modo geral.

Embora tenha um valor calórico relativamente alto, essa fruta pode e deve estar presente na alimentação de quem quer manter a boa forma com saúde. Portanto, não deixe de incluir a atemoia no seu cardápio!

PROPAGANDA